ALEGRIA NA SOLIDÃO

Quero me transportar para além das serranias
Atingir os mistérios do horizonte
Para tentar descobrir a fonte
Das minhas desejadas alegrias.

Quero mergulhar no meio do mar
Lá me abraçar com as sereias,
Pedir para ela, nas areias,
Ensinar-me a amar.

Quero ver, do deserto a imensidão,
Para sentir o silêncio dos oásis,
Quero viver cada vez mais,
Na paz da solidão.

Quero pedir aos poderosos arcanjos,
Que vivem os mistérios do infinito,
Que me deixe ouvir o bendito
Entoado pelos anjos.

Quero paz e amor no meu coração,
Quero os meus olhos sorrindo,
Quero viver, assim, sentindo
Alegria na solidão.


(Tarcisio Costa)



Inicial

Poemas de A-E