A MANHOSA

Cada dia que a vejo, ela está diferente...
Dia, está alegre como um passarinho,
Dia, está toda carente de carinho,
Dia, está teimosa e divergente.

Dia, está toda sensual e atraente,
Dia, não está de bom humor,
Dia, está cheia de amor,
Dia, está indiferente.

Dia, está efervescente de calor,
Dia, está triste tal uma ausente,
Dia, está feliz, com o presente,
Dia, esbanja todo o seu amor.

Isso são características que a faz sedutora,
Planeja o que quer o seu coração egoísta...
Faz do homem, mesmo que seja um altruísta,
Um ingênuo sob a sua ação dominadora

Mas... a verdade é que no seu interior
Está a figura maravilhosa da mulher
Manhosa, doce, que adora um cafuné,
Nos seus momentos de idílio e de amor.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A a E