AME

Sou a vida sem sonhos,
Sou o mundo sem cores,
Sou o jardim sem flores,
Sou folhas caídas ao chão...

Sou o galho seco da árvore,
Sou o pássaro sem ninho,
Sou a criança sem carinho,
Sou a vida sem emoção.

Sou a vida sem saudade,
Sou o carente de amor,
Sou a vítima da injustiça,
Sou o sofrimento da dor.

Sou o firmamento sem luar,
Sou a falta de água na fonte,
Sou a incerteza do horizonte,
Sou a tristeza no olhar.

Isso é a crueza da verdade
É um drama de consciência,
É o fruto, é a conseqüência,
De quem não sabe amar.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A-E