ARREPENDIDO

Mais uma vez, me penitencio
Pelo pecado que um dia cometi,
Deixá-la, foi erro que afetou
A minha alma!
Preciso do seu perdão...

Sei que não é fácil viver
Triste e magoada...

Como não é fácil
Viver triste e arrependido,

Por isso, imploro, volte para mim,
Sofre o meu coração arrependido...

Quebrei, sim, uma jura de amor,
Mas, nessa minha contrição,
Que me causou tão imensurável dor,
É imprescindível o seu perdão!

Se você concordar,
Construiremos um paraíso,
Os alicerces serão as nossas
Novas juras de amor...

Lembro-me, você sempre
Me olhava com grande carinho,
Os seus olhos revelavam
O quanto me amava.

Estou cheio de ansiedade,
A refletir sobre o nosso reencontro...
Vou pedir para você esquecer o meu pecado,
Que já pertence ao passado,
Perdoar é a única solução...

Venha para mim,
Quero-a ao meu lado, amor!
Espero-a, não demore,
Venha, meu amor!

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A a E