A TUA FALTA


Nas caladas mornas da noite,
Quando o silêncio me faz companhia,
Sinto a presença triste da tua ausência,
Aproveito esse momento para em reflexão,
Recordar nossa convivência de amor.
Lágrimas brotam do meu coração...

Olho com carinho o teu retrato,
Vejo os teus olhos a olharem para mim,
Sinto o meu coração bater acelerado...
Imagine se ao invés de uma fotografia,
Fosse a tua presença ao meu lado,
Seria imensa a minha alegria.

Quando voltares, algum dia,
Vou, em um sedutor me transformar,
Quero nos teus olhos, com amor olhar,
Quero abandonar essa vida de fantasia...
Vou conquistar a tua alma... o teu coração,
Quero intensamente te amar

Vou trazer para o presente
Os momentos que enlevaram o nosso passado.
Sei que nem tudo está totalmente acabado...
O meu pensamento e o meu sonhar alcança
O alívio que sempre me dá a esperança,
De, ainda, permanecer ao teu lado.
Quando contigo, novamente, estiver,
Procurarei, como um hábil floricultor,
Que trata as suas rosas com todo carinho,
Olhar com amor para o nosso ninho,
Para consolidar o nosso amor,
E eliminar qualquer dúvida.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Meus
Poemas 1