A VIDA É ASSIM


A vida passa célere...
ela é um castelo de sonhos, realidades e fantasias.

A vida não é invulnerável, nada é absoluto ou indevassável,
ela carece de um perene equilíbrio
entre a emoção a razão, realidades e fantasias,
para não desmoronar...

Há em tudo uma realidade,
ela carece desse fatores em perfeita simetria
para ser encontrada o equilíbrio e a felicidade.

Há outros dispositivos parte desses fatores,
são os sentimentos, onde se encontra a verdade...

São tantos os sentimentos, quanto são as ações...
O amor é primeiro de todos os sentimentos...
São partes basilares desses sentimentos,
a razão e a emoção, que se corporificam
para dar à vida o equilíbrio.

Talvez nenhum sentimento se torne completo,
se não tiver como parâmetro
para as ações,
a simplicidade.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A-E