CHUVA DE AMOR

Vem chuva
de amor acariciar a natureza.
Vem, como uma bênção,
Alegrar o coração
Desse mundo de incertezas.

Vem Chuva!
Alimenta os rios e os lagos,
Cuidada beleza dos jardins,
Transforma-te em orvalho,
Suaviza este mundo,
Faz dele paraíso.

Vem chuva!
Quero ouvir o teu som,
Quero sentir o cheiro
Da terra molhada.
A natureza te agradece,
Ao mostrar a sua alegria
Na beleza das flores.
A natureza vira painel de cores,
O mundo vira magia.

Vem Chuva!
Vou te esperar ao lado do meu amor,
Vamos contemplar a natureza.
A alegria da tua chegada
Tal qual a passarada
No aconchego do seu ninho...
É um momento gostoso,
Sob a chuva do amor,
Receber o teu carinho.

(Tarcisio Costa)

Inicial
Poemas de A a E