COERÊNCIA

Devemos abrir nossos corações para a felicidade,
Devemos trazer, sempre, na face, ares de alegria,
Devemos evitar ser dominados pela nostalgia,
Devemos ter com o otimismo, profunda afinidade.

Devemos, nos obstáculos, revelar tranqüilidade,
Devemos lembrar que a felicidade é fruto das nossas ações,
Devemos evitar julgamentos e discriminações,
Devemos dar ou receber, sem aludir à caridade.

Devemos saber viver com humildade,
Devemos abominar a humilhação,
Devemos saber controlar a nossa emoção,
Devemos saber que não somos os donos da verdade.

Devemos perseguir os nossos ideais,
Devemos pensar, somente, de forma positiva,
Devemos sempre manter uma mente criativa,
Devemos entender que o amor nunca é demais.

Devemos ser conscientes das nossas obrigações,
Devemos saber que não somos perfeitos,
Devemos conhecer os nossos direitos,
Devemos ser coerentes nas nossas proposições.

Devemos agir sem influência de furtivas emoções,
Devemos agir de formas conseqüentes,
Devemos lembrar que somos seres inteligentes,
Devemos, por isso, orientar as nossas ações.
(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A a E