COMO TE AMO

Os nossos encontros
São momentos em que nossos corações
Se embalam em delírios e sonhos,
Neles se mesclam a realidade
E a fantasia.

É um momento quimérico,
Quando, aos nos abraçarmos,
Encontram-se nossos corações
E nossas almas se unem
Numa só.

Nosso amor é a adição
Das nossas realidades,
Das nossas fantasias.
Da emoção e da razão.

A força do nossos amor
Torna homogêneos os contrastes
Que poderiam nos afastar.

Lembro-me de ti
A todos os instantes do dia.
Ao rememorar o teu sorriso
Fico atônito, em estesia.

Ao contemplar tua fotografia
Fico saudoso e embevecido
Vejo teu olhar pensativo,
Para mim, uma magia.

Vem à minha recordação
O teu jeito meigo de você falar,
Penso: como é bom te amar!
Sinto ansiedade e emoção.

Sempre que te mando uma flor,
Fico, a sua alegria imaginar,
Penso no que ainda há de passar
Para te rever , meu amor!

Hei de ser para sempre todo teu,
Hás de ser para sempre toda minha,
Essa é a mais cristalina realidade.
Esse é o nosso sentimento.

Nessa vida de sonho e amor
Perenemente, os nossos pensamentos
Desprendem-se e invadem os éteres
Em busca da felicidade.


(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A a E