QUEM SOU EU?
Tarcísio R. Costa


Sou um homem com dúvidas e incertezas,
Minha vida é um amálgama, misturam
De amor, de tristeza, de incertezas e de alegria...
No plano do Criador talvez tenha,
a cumprir uma missão,
Tomara!
Que seja a poesia!

Ao cotejar a minha vida com um caminho,
Numa analogia,
Deparei-me com muitos óbices que me desanimavam,
Mas encontrei pontes que uniam
Meus sonhos e ideais
À realidade...

Tive que decidir nas encruzilhadas,
Às vezes corri risco ao escolher os atalhos
Onde estava o desconhecido...

Minha vida foi, assim, eivada de conflitos,
Que mais parecem um alude de contradições,
Meu coração quantas vezes ficou aflito
Ao sofrer desilusões...

Mas, estiveram em minha companhia
Momentos de ternura e alegria,
Tive amores eternizados,
Neste mundo violento, fui vítima de hipocrisia
Mas fui por muitos amado....

Ninguém, no entanto, se livra da traição
E nem dos dardos afiados da hipocrisia...
Quando sinto tristeza, Olho...
Contemplo a natureza
E escrevo uma poesia.

Hoje, continuo assim...
Com amor, sonhos e ansiedade,
Por que procuro e não encontro,
Na minha verdade,
A causa de tantas desilusões...

Sei que elas geram perenes conflitos,
Que tentam destruir os meus ideais...
Isso desanima, mas a minha alma alcança,
A fonte da alegria, e muito mais que isso,
A presença da esperança.

**************************************************

SOU A FELICIDADE
Erondina Sampaio


Eu sou a luz que brota no meio das árvores
O ninho que atrai os passarinhos
O calor que enriquece os lagos
O amor que transborda de esplendor
e cor todas as coisas.

Eu sou a paz da noite bem dormida,
a corroíra que canta nas comieiras.
Sou o chilrar das gralhas perdidas,
que cantam seus lamentos
a vida inteira.

Sou o romper da aurora
anunciando o novo dia.
Sou a água cristalina e pura
cintilando, refletindo o sol.

Sou quem canta ao amanhecer
e dá bom dia aos passarinhos.
Sou o amor, sou o carinho
quando estou junto de você.

Sou a alegria louca da menina,
na ânsia e na doçura de amar.
Sou o caminho da felicidade,
ardente, apaixonada, felina,
enlaçada a te abraçar.
Não quero perder-me em solilóquios
que me farão sofrer.
Para dizer tudo que sinto e sou
penso no quanto e como amo você.

Duetos
Inicial