ROSAS DA SAUDADE
Guida Linhares

Um dia me trouxeste rosas
e ao me entregar,
teu semblante era sereno.
Teus olhos sorriam
com a luz da amorosidade!
Eu tão feliz fiquei,
que lágrimas de emoção
consegui a custo conter.
Um doce beijo selou
a nossa felicidade!

Colocadas num vaso de cristal,
as rosas simbolizavam
nossos anseios e sonhos.
Buscas da vida,
um percorrer em cumplicidade!

Elas se mantiveram belas,
até o dia em que esperei,
e tu não viestes.
Na xícara de porcelana,
o chá de jasmim fumegava,
no vazio da fria tarde!
E a sua fumaça misturava-se
às minhas lágrimas que caiam
Olhando as rosas percebi,
que elas estavam murchando,
chorando de saudades!
Rosas também choram,
sensíveis seres da natureza!
Na proteção de seus espinhos,
a defesa da sua beleza!
A sábia lição de Deus à humanidade!


**************************************************

MOMENTO DIVINO
Tarcísio R. Costa

Foi um momento divino,
teu olhar chorava amor,
gotas de tom cristalino,
molhavam a tua face
e regavam as flores
que meu coração
te oferecia...

Um abraço,
contigo no meu regaço,
fez encontrarem-se os nossos corações...

Nossos olhares se cruzaram,
um leve sorriso escapou do teu olhar,
eu, enlouquecido, revelei
a ti o meu amor
e o desejo de te amar...

Sua boca de carmim,
cheia de fogo sensual
balbuciou um "sim"
Fiquei radiante
de felicidade.
Hoje recordo aquele momento,
Um aperto comprime o meu coração,
Hoje, é outra a realidade,
restou ao meu coração,
o acalanto de uma triste saudade.





Duetos A a Z
Inicial