COM AMOR
Tarcísio R. Costa


Ah! se me dominasse uma forte inspiração
eu expressaria o que agora sente a minh'alma
e o que reclama e sofre o meu coração...

Invade-me uma rubra e dolorosa paixão,
Às vezes, sinto faltar-me calma,
é o medo da desilusão...

O amor é a essência da alma,
sinto no meu peito uma dor,
procuro e não encontro o jeito
de liberta-me desse sofrer,
não quero assim viver
na incerteza do teu amor.

Mas, como estou sem inspiração,
mando-te estes modestos versos,
para leres e fazeres uma avaliação
de como está o meu coração.

**************************************************

COM MAIS AMOR
M. Lourdes Brecailo


Seu coração... palpita na insegurança do tempo....
Nos meandros... dos sonhos longínquos...
Na incerteza... dos dias nublados...
Como a eterna procura... de um oásis.

Sua inspiração vagueia... sem rumo...
À procura da essência perdida...
De tão perto está agora...
Não a percebe... nem a sente.
A desilusão é intrínseca...
Em seu âmago desesperançado...
Acenda as luzes apagadas...
Dentro do seu ser desolado...
Virá... um brilho intenso...
A natureza impulsionando o sonho...
O passado desaparecerá...
Uma nova vida... ressurgirá.

Duetos
Inicial