SAUDADE
Luli Coutinho


Em sintonia este amor nos aproxima,
nos tornando um só!
Podendo revivê-lo, nossos pensamentos
vão além da saudade e nos fazem relembrar...
É como escutar nossa música e
poder decorer cada nota cifrada em ti.
Sentindo nesta melodia, os acordes deste amor.
Deixando a saudade aflorar mais amena,
como carícias ao coração.
É como se todas as notas
fossem dias vividos contigo
E os grandes acordes,
como se fossem os afagos
ao coração dados por ti.
A melodia mostrando as marcas e
a saudade que ainda sinto
Não querendo deixar de sentir!
Agradecendo por ainda poder senti-la!
Pois se com o tempo, eu deixar de ouvi-la,
é porque este tempo me fez esquecer de ti.

**************************************************

SAUDADE
Tarcisio R. Costa


Ao longe...
o som de um violino plangente,
faz-me relembrar de momentos
vividos com outros amores,
nas sendas do meu passado...

Rolam dos meus olhos
lágrimas vindas do coração...
A crina do arcodesliza suave
nas cordas do violino
a plangência das notas musicais
de dor e de saudade de tudo
o que passado me tirou.

Lembro de que
bem perto da minha casa,
haviam árvores floridas a sombrearem
uma bucólica fonte,

Lá, nos entardeceres, ouvia-se
o cantar solene e mavioso
de um sabiá...

Esse panorama
trazia ao meu coração,
uma miscelânea de dúvidas...
O meu viver está repleto de saudades,
numa mesclagem de alegria e de dor,
Sei que são sintomas das verdades
e as lembranças de quem amou.

Viver do passado,
é esquecer, que no presente.
Hoje podemos, ouvir outros violinos
E ao sabor de novos amores,
às margens da mesma fonte...
Ouvirmos novos sabiás.

Podemos ressuscitar a alegria
Mas perdura, na alma, a cruel realidade...
Podemos nos livrarmos da nostalgia,
Nunca, no entanto da saudade

Duetos
Inicial