O SILÊNCIO DE UM SONHO
Tarcísio R. Costa


Quando tudo some no éter,
o véu do silêncio emudece,
a brisa recolhe-se na noite,
nasce a solidão...

Quando o silêncio ensurdece
e a brisa sibila entre as folhas,
o sol entre as nuvens se perde,
aumenta a solidão...

Quando o jardim fenece,
e se perde o perfume das flores
o silêncio surdo permanece,
nasce a tristeza...

Tudo isso foi um triste sonho,
despertei com os passarinhos,
o silêncio me fez carinhos...
ressuscitou a alegria.

**************************************************

A VOZ DE UM SONHO
Malu Mourão


Quando o meu sonho grito,
E ele se perde no infinito
Juntando-se à plêiade,
Nasce no peito a saudade.

Saudade do tempo passado,
Onde meu sonho dourado
Levianamente eu guardei,
E por medo não o realizei.

E hoje escuto tão distante...
Aquela voz lamentante
Augúrios de uma solidão,
Que atroz, invade meu coração.

Escuto a voz de um sonho,
Perdido hoje,suponho,
No mar de minha covardia
De não saber usar de ousadia.

Duetos
Inicial