LUGAR DE PAZ
Margaret Pelicano


Aquela cruz na estrada, guarda
um sol que de repente se pôs,
ceifada a vida antes alegre ou amarga,
ali, num canto, desataram-se os nós!

São tantas as idas e vindas... é atroz?
Se fosse o Pai não permitiria,
dar-nos-ia a capacidade de ouvir Sua voz:
Vá e não peques mais, e a gente faria!

Aquela cruz, é a efemeridade da vida!
um canto de paz, a cura das feridas!
O lugar do maior ensinamento:

Tudo na vida passa! Não há tormento
ou alegria que não deixe lembrança!
Siga em Paz, Deus o acompanha!

**************************************************

CONFLITOS
Tarcísio R. Costa


São fortes as cruzes, parecem inquebrantáveis,
São, mesmo, insuportáveis...
A opacidade, sem luzes,
Dificulta o meu caminhar,
Fico sem enxergar meu interior...

Cadê a força do amor,
Ou tudo é indecisão?
As dificuldades,
Os desvios das verdades,
Levam-me ao degredo...
Perco-me entre sofismas,
Como se tudo fosse segredo.

É pequena a minha fé,
Faltam-me carismas,
Mas, há em mim uma certa coerência,
E a presença de inteligência,
Que são atributos que me dão poder
Para ultrapassar, romper,
As cruzes da estrada
E, assim, encontrar a paz...

Duetos
Inicial