Ausência
Tarcísio R. Costa

Meu semblante contraído
Revela o quanto me sinto perdido...

É a fragilidade da minha paciência,
Sempre que sofro a tua falta...
A tua ausência.

Sinto no peito opressão,
A saudade dá tristeza...
Tenho absoluta certeza
De que isso são coisas
Do meu saudoso coração.

Deve ser a conseqüência
Do amargor da saudade...
É como sentir no coração
Uma dor de felicidade.

Ou ter a sensação
De uma flor murcha
Na palma da nossa mão!

Mas, tudo é passageiro...
Terei logo o teu regaço
Apertarei o teu corpo
Com os músculos dos meus braços
E cochicharei no teu ouvido
Tudo o que tenho sentido
Na tua ausência,
Meu amor!

***********************************

ESPERA
Marici Bross

Não te sintas perdido meu amor,
Aqui sempre estou
E a querer o teu amor
Aqui te espero
Nesta espera que é doce
Uma linda espera de amor
Saudades, as sinto também
E não te ver entristece,

Meu coração.
Que por ti espera
Numa doce emoção.
É uma doce espera
A espera da saudade
A espera que é presente
Neste meu pobre coração

Espera que é doce
Espera por não te ter
Espera palavra triste
Que trago em meu coração.


Duetos
Inicial