TENHO SAUDADE...
Tarcísio R. Costa

Da fazendinha onde nasci
Lá do sertão, onde vivi...
Lá ficou o meu coração de criança.

Lá ficaram os cafunés,
Do colo da minha mãe,
E o olhar amigo do meu pai.

Lá ficaram os meus brinquedos,
Meus carrinhos, e os carinhos,
Da babá que me criou.

Ficou a minha carta de ABC,
Minha cartilha
E a preguiça de aprender...

Lá ficaram as minhas alegrias
Das noites de São João,
Tinha quadrilha e muita animação...

Lá ficaram os pulos da ribanceira
O deslizar nas corredeiras,
Dos rios da minha infância...

Tudo... Tudo, hoje é só saudade.

**********************

MINHA SAUDADE
Nadir D'Onofrio

Sentimento d'alma
Traz momentos felizes e
também tristes
Saudade do tempo de criança
da minha doce infância
Dos folguedos com amigos,
da velha escola e da
professorinha
que além, do be a bá também
me ensinava a cantar,,,
Saudade do cheiro de mato,
fogão de lenha, café fresquinho
um bom pedaço do bolo de fubá,
que minha avó Victória fazia!
Subir nas árvores, tal qual um macaco
assim, tão feliz eu me sentia,,,
Mas o tempo passando,
suas marcas deixando
as perdas naturais,
ou por desencantos
de entes queridos,
ai vem o sentimento doido !
A dor tão grande que
fere e dilacera,
cicatrizes, que deixam
marcas profundas.
Iguais crateras abertas
pelos meteoros,
no corpo da querida terra mãe....
Saudade, sentimento indescritível,
abstrato e subjetivo,
traz de volta os momentos vividos!
Então torna - se real.
Nos fazendo ser felizes ou tristes,
sentindo o perfume de uma flor,
o calor dos teus abraços
e o sabor, dos beijo teus!


Duetos
Inicial