MEUS SENTIMENTOS
Patricia Montenegro


Meus sentimentos,
Presos entre quatro paredes,
Estão acorrentados a um coração,
Que vive atormentado,
Que é movido por uma louca emoção,
São sentimentos,
Que gritam,
Sufocados,
Assustados,
Julgados,
Condenados,
Por uma fria razão,
São sentimentos,
Que buscam uma saída,
Um novo caminho,
Para curar as feridas,
Causada por essa eterna luta,
Entre a razão e a emoção,
Sou então vencida!
Desisto e abro o meu coração,
Liberto meus sentimentos,
Mas em forma de versos,
Sentimentos libertos,
Confessados,
Sem medos,
Sem julgamentos,
São absolvidos,
Compreendidos,
E enfim amados,
E retribuídos,
É o amor correspondido,
E eternizado por versos apaixonados,
De um coração vencido pela emoção...

**************************************************

CONTRADIÇÃO
Tarcísio R. Costa


Os meus sentimentos
São dúvidas... e controversões,
Um emaranhado de tantas contradições...
Se sinto alegria,
penso que ela é efêmera...
Assim, se transforma em tristeza,
vira desilusão.
Se me invade a tristeza,
não dou muita atenção,
Penso que logo me deixará
e que não tem sentido.
Se o amor se tornar
um objeto de preocupação,
Fico prevenido...
tenho medo de paixão...
Se a saudade me deixa entristecido,
Sei que sua causa é a relidade,
Do meu amor sumido.

Assim, vivo minha vida
Repleta de confusões...
Situo-me "entre a cruz e a espada"...
Numa avalanche
De dúvida e contradições.

Duetos
Inicial