NÃO ESQUEÇO DO MEU AMOR
Tarcísio R. Costa


É... porque não posso esquecer
o que ela me falou na minha despedida,
Parti rumo a uma nova vida,
mesmo sem querer...

Não, sei, seja como for,
foi um desenlace incoerente,
Hoje, o nosso coração, injustamente,
sofre a falta do nosso amor.

Na praia, contemplo o mar,
Olho pensativo um barquinho à vela
É um momento de muita saudade dela
Gostava de lá, com ela ficar.

Creio que ela vai pedir para eu voltar,
porque naquele momento da despedida,
Olhei no seu olhar, ela estava entristecida...
Vi dos seus olhos uma lágrima rolar...

Continua comigo a saudade...
Essa mescla de dor e de nostalgia
Peço que, se ela ler esta minha poesia,
Que acredite na minha verdade.

Vivo num permanente plantão,
Esperando com saudades o meu amor,
Quero levar-lhe uma linda flor,
Assim pede o meu coração.

Vou reservar para ela a sua preferida flor,
Tenho a esperança de tê-la, logo, nos meus braços,
Colocá-la, carinhosamente, no meu regaço,
E dizer-lhe lindas palavras de amor.

**************************************************

LENDO SUA CARTA
Rejane Pino


Oi meu amor, li sua carta

e descobri que também sentes minha falta
dos lindos momentos que passamos

Sinto saudades de nosso passeios
olhando o mar
Para onde olhe vejo sua imagem
e vem a saudade...

Ai meu amor , volte volte logo
não sei mais o que fazer
sem poder te ver e te sentir

Trazes para mim as flores do campo
que tanto me encanta
por sua delicadeza
e alegria
E que nos traz as lembranças
de nossas fugidas onde você colhia
as flores para me ofertar
com seus olhos
cheio de ternura e carinho
que tanto me emociona

Vem para mim, volta a me amar
te espero ansiosa
pois quero entregar-te
para sempre
o meu solitário
coração

Duetos
Inicial