UMA CARTINHA
Rejane Pino


Olá, meu bom amigo
Escrevo para dizer-lhe
que meu coração é sonhador
é infantil e que gosta de viver
de ilusões.
Ele já viveu duras desilusões e
que causou graves ferimentos
e hoje depois de algum tempo
está na sala de recuperações, e
por isso mesmo ainda está sob
cuidados de um amor maior.
Onde a paixão ainda é proibida,
pois ela é dolorosa.
Onde só o amor pode entrar,
um amor calmo, tranqüilo e sutil.
Para que a ternura e a doçura,
não se transforme em amargura e rigidez
Por isso, te escrevo,
não se culpe e nem fique triste
se não posso corresponder a
essa paixão.
Estou em recuperação para poder
viver um grande e verdadeiro amor

**************************************************

LI TUA CARTINHA
Tarcísio R. Costa


Hoje ao ler a tua carta,
Senti um aperto no meu coração,
Envolveu-me uma mescla de alegria e dor,
Uma lágrima rolou na minha face,
Foi um momento de forte emoção.

Peço que voltes logo para mim,
Saibas que vivo inconformado
Com a lacuna deixada pela tua ausência...
Estou perdendo a paciência,
Não quero mais viver assim...

Viver sem ti é um tormento,
Vivo sofrendo, sei que a saudade,
É um privilégio de quem ama,
Mas a minha alma clama,
Não sais do meu pensamento...

Tua volta será uma imensa alegria,
A tua presença me trará a ternura
Trocaremos carinhos e abraços,
Quero-te manhosa no meu regaço,
Revivendo as nossas fantasias.

Prender-te-ei no meu coração,
Habitaremos um mundo transcendental
Cheio de jardins imaginários, onde as flores
Serão pintadas pela a variedade de cores
Sensuais da emoção.

Sentirei o sabor da sedução,
Sumirá a dor que me atormenta
Terei nos meus sonhos toques de magia,
Minha vida será uma fantasia
De amor, de prazer e de paixão.

**************************************************

Duetos
Inicial