POR QUÊ?
Tania Lemke

Sei que te amo e só disto sei!
Se é sonho, fantasia ou saudade?
Não sei!
Saudade do que não foi?
Do que não fizemos?
Do que deixamos de viver?
Nada sei!
Por quê?
Porque fomos tolos, os dois.
Deixamos para depois!
Depois é tempo demais?
Não amor! Não é!
Depois é hoje, agora!
Pode ser um minuto,
Uma vida, uma hora!
O que importa?
Se abrirmos a porta
E nos deixarmos passar?
Vem, vem pra mim!
Por quê?
Por termos o direito de tentar!
E quero te acarinhar!
Tens vida em ti!
Se não a tiveres mais,
Dou-te a minha!
Por quê?
Porque te amo!

**************************************************

POR QUÊ?
Tarcísio R. Costa

Se confessei que te amo
e ainda teimas em não crer!
Por quê?
Creio que nos teus sonhos
e nas tuas fantasias...
É uma verdade,
Não é um contra-senso.
Mas penso
que essa minha subserviência
tem coerência
e contribuirá para consolidar
o nosso amor.
Vamos realizar esse sonho!
Eu te proponho,
vamos extirpar a ilusão
e tranformar nossos anseios
em realidade...
Será bom para o nosso coração.
Por quê, não?
Diz que me amas
e eu jurarei o meu amor!
Dúvidas, por quê?
Abriu-se a porta do meu coração...
Sou um subjugado aos teus sonhos
e ao teu desejo de te amar.

Duetos
Inicial