NÃO SEI VIVER
Tania Lemke


Desisto!
Não sei viver sem ti!
Meus olhos estão nublados,
Minha alma ferida,
Meu coração dilacerado!
Não!
Não consigo!
Desisto!
Não sei viver sem ti!
Confesso...
Amor expresso...
Tudo em excesso!
Louca,
Doidivana,
Alucinada ,
Apaixonada...
Tentei,
Lutei,
Feri-me!
Contra muralhas me arremessei,
Tentei vencer,
Fracassei!
Volto atrás...
Grito da janela:
-Arrependo-me amor!
Não me ouves mais...
Eras meu maior tesouro.
Abri mão de ti...
Fugi,
Falseei,
Bambeei,
Não suportei,
O que fui fazer?
Entreguei-te de presente,
Deixei-te!
Ah, amor! Desisto....
Sem ti não vivo!
Não te quis!
Tola!
Eras minha vida,
O ar que respirava,
Meu par,
Minha sorte,
Meu azar!
Onde estás?
Ouves meus gritos?
Eles ecoam pelos ares
Rebatem nas paredes
Te amo! Te amo! Te amo!
E sem ti, não sei viver!

**************************************************

VOLTAR A VIVER
Tarcísio R. Costa


Sei o quanto dói o desprezo,
Te insurgiste contra o teu coração,
Hoje, nós dois somos vítimas
Do teu ato de insensatez.

O que adianta o arrependimento,
Se te trancaste na tua revolta,
Enquanto em ti e em mim
Vive latente o amor.

Falta em nós dois a humildade,
Em todo e qual quer conflito,
O diálogo é a única solução
Para se buscar a verdade.

Para voltar o nosso lindo amor,
Vamos abandonar o orgulho
E vivermos nova realidade,
No aconchego do amor.


Duetos de N a Z
Inicial