CAMINHOS
Tarcísio R. Costa


Procurei novos caminhos
Em um mundo diferente...
Encontrei ilusões ocultas nas brenhas,
entre seixos e espinhos...
Vi a tristeza do amor rompido,
vi ninhos jogados pelo chão...
Vi o mundo corrompido pelas incertezas,
Vi vidas cheias de ilusão...

Mas, senti o carinho da singeleza das flores,
dos amores dos ninhos...
Extasiei-me com as cores das borboletas de sonhos...
Vi o sol da cor de carmim,
vi a lua com as cores do coração...
Vi a beleza das estrelas cintilando para mim...

**************************************************

MEU CAMINHO
Yara Nazaré


Acho sempre o meu caminho
Embora o mundo mude a cada segundo
Não me iludo mas ainda sonho
Vejo-me nas plantações de álamos
E aprecio um encontro tão lindo
De pássaros que se aconchegam
Após seu vôo vespertino.

Sinto a primavera que chega
Festejo a beleza das flores
Olho para o horizonte e vejo
O espetáculo do sol poente
Que cede na noite o seu lugar
Para uma deusa chamada lua!

Duetos
Inicial