PORTA-RETRATO
Zilca P. Tricerri

Tudo o que penso ou sinto, são ilusões
mas as curto, por ter a tua imagem
viva e presente em minha vida
Nesta foto, vejo a saudade que brota
dos teus olhos e fico disfarçando a
tristeza que trago no meu coração consciente
de que a distância, entre nós, foi necessária...
Quando me sinto só, páro diante deste
porta-retrato e olho para ti, que sempre me
responde o que preciso escutar, através
Da expressão conselheira, que visualizo
no teu calmo olhar que me envolve com a
tua magia, libertando o sorriso preso
Da minha alma solitária

**************************************************

RETRATO
Tarcísio R. Costa


Encontro nos meus alfarrábios
Um pedaço do meu passado, em um retrato
Já amarelado, mas intacto... Como hoje,
Mostra o meu olhar de tranqüilidade.
Mas, triste de saudade...
Quando eu me olho no espelho
Vejo no retrato, a verdade.

Naquele retrato eu era
Ainda bem jovem...
Insiste para não mudar, a minha alma.
Mas é difícil , somos subjugados

Às procelas do tempo
Tento esquecer o que ficou para trás,
Embora, ainda acredite na esperança e no amor...
A minha alma parece que não envelhece,
Estou, fisicamente, diferente do retrato,
Sou o mesmo, apenas, envelhecido...

O que vem à minha mente do passado,
Embora traga saudade, me enternece,
Alguma coisa me entristece,
Enche-me de saudades.

No retrato, meus olhos têm ar de sorriso...
Hoje, há momentos, assim felizes...

Os olhos têm o privilégio de captar
Da natureza essa miscelânea de cores...

Que é a beleza!
Não quero esconder a verdade,
Eles, também, revelam
Saudades...

Duetos
Inicial