ENTRE AS FLORES


São imensas as ilusões
Neste mundo de encantos
Mesclado de prantos,
E de tanta magia...

Momentos são embelezados de flores,
Ou entristecido pela bruma da névoa
Que escondem o brilho do sol,
A traz ares de tristeza...
Ao esconder o arrebol...

O mesmo nos acontece...
Temos os nossos momentos de tristeza,
Que antecedem os sorrisos da alegria.
E nessa alternância passa o dia,
Entre o desprezível e a beleza.
Entre o desânimo e a ufania.

Devemos, por isso,
Irmos a busca da felicidade,
Que as coisas simples nos trazem...
Nada mais singelo do que estarmos
Num jardim entre flores,
Lá está a singeleza das cores,
Que nos dá a tranqüilidade.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A a E