ENTREMEIOS...

Entre a realidade e os sonhos,
Entre as flores e os espinhos,
Entre o viver triste e a ufania,
Entre o desprezo e o carinho,
Entre a realidade e a fantasia
Entre o oblívio e a saudade
Entre tantos outros contrastes
Há a possibilidade de uma moderação,
Na equação do entremeio dos fatos,
Onde se encontra o equilíbrio da verdade...

Chega-se a essa realidade pela ponte
Que liga as dúvidas à verdade.
Essa verdade que só se torna Realizável e perdurável
Quando se apóia
No amor.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A a E