ERUPÇÃO

Toquei no seu corpo,
Olhei nos seus olhos,
Sinti o seu abraço
Fiquei alucinado
Quis ficar abraçado
No fogo do seu calor,
Queria o seu amor,
Meu corpo se agitava
Beijei a sua boca,
Ela ficou como uma louca
Estremecendo de desejo
Deslizei o meu nariz
Nas curvas do seu corpo
Foi uma alucinação,
Pulsou o meu coração,
Explodiu a agitação
Foi aquele rebuliço,
Na hora do remexido
Ficamos enroscados,
Ouvi os seus gemidos,
Nosso suor derramado
Fiquei todo molhado
Ensopado de amor,
Tamanho era o calor
Apertei o acelerador
Aumentou a agitação,
Foi aquela confusão,
No delírio do calor,
Chegou convulsão,
Foi o ápice do amor!

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de A a E