ESCULTOR DA VIDA

Na beleza da noite límpida..
Iluminada pela luz do luar..
Embalada pela canção das ondas do mar..
E encantada pelo brilho das estrelas..
Onde somente a magia tem lugar..
O escultor transforma em vida o seu amor..
O barro puro e virgem nunca antes tocado..
Aos poucos ganha vida..
Com mãos suaves a deslizar..
O milagre da vida começa a se realizar..
Entre toques e retoques..
O barro em musa começa a se transformar...
E o ato da criação..
Faz voar a imaginação..
Acelerando a respiração...
E dominando o coração..
Mãos que percorrem mistérios...
Olhos que buscam sonhos...
E lábios que realizam desejos..
E banhados pelas águas do mar..
Escultor e escultura em um só começam a se transformar..
E nesse suave bailar..
O amor começa a se realizar..
E nos mistérios da noite..
A musa menina...
Em mulher musa começa a se transformar..
(Patricia Montenegro)



Inicial

Amigos
Poetas