ESPERA-ME

não atendi o teu pedido,
houve um lamentável equívoco
não me deixes,
estou arrependido...
não posso viver assim,
ouve-me, eu imploro...

Se possível,
romperei as sombras do infinito
para chegar ao teu amor.

Não desistirei de te amar...
Quando aí chegar,
quero-te como antes
meiga no perdão...

Meu coração
sofre tua ausência...
sinto carência
dos teus afagos e carinhos...

Responde ao meu apelo!
agradaria, assim
a mim
e ao meu coração....

(Tarcisio Costa)

Inicial
Poemas de A a E