FOI UM SONHO...

Revi os inesquecíveis momentos de ternura,
Revi os nossos encontros repletos de calor,
Revi, as delícias do teu cheiro de amor
Revi nossas fantasias... cheias de loucura.

Revi o carinho expresso no teu doce olhar,
Revi os teus olhos, sorrindo de felicidade,
Revi uma demonstração maior do que amizade
Revi em ti, ares de quem me queria amar.
Revi os teus lábios apetitosos, da cor de carmim
Revi momentos de intensa agitação.
Revi o meu saudoso e desprezado coração,
Revi-me, torcendo para que voltasses para mim!

Revi a parte do teu corpo mais linda e relevante,
Revi a exuberância dos teus seios sensuais,
Revi, em mim, um estado de desejo constante,
Revi os meus desejos, querendo-te, cada vez mais!

Tudo isso foi efêmero... Foi apenas um sonho...
Restou de tudo um imenso rastro de saudade...
A certeza de que era apenas utopia, veleidade,
deixaram-me pensativo e de olhar tristonho!

Quero que voltes para mim, eu te proponho,
quero te ter nos meus braços com ardor,
quero aliviar o meu coração sofredor,
quero acabar com esse viver de sonho

(Tarcísio Costa)


Inicial
Poemas de F a J