FRUSTAÇÃO E ALEGRIA


Ontem, amanheci alegre...Feliz.
Conversava tudo que me vinha à mente,
Passei um dia normal, sem grandes novidades,
Mas, hoje, de repente, tudo mudou... estou triste.
Meus sonhos acordaram as minhas saudades...

Como dói lembrar um amor perdido,
Que, como nuvens, se desperdiça no tempo...
Hoje, meu coração parece parado, não mais palpitar,
A tristeza é um manto negro que oculta a felicidade,
Que traz depressão e nos rouba o direito de amar...

Só quem tem saudade, pode falar de tristeza,
Lágrimas brotam fácil, nascidas do coração,
A alma fica cheia de dúvidas, de incertezas...
Parece que se escondem todas as belezas
E somem as nossas emoções...

Espero que o meu amanhã seja otimista,
Que a minha alma volte, novamente, a se alegrar,
Que os meus olhos, como estrelas, cintilem de alegria,
Que desapareça do meu ser qualquer nostalgia,
E o meu coração sinta o desejo de amar.

Quando estiver com meu coração feliz,
Relembrarei o meu passado, com uma saudade,
Pintada com os tons multicoloridos da alegria,
Que eu possa, quem sabe, até ironizar a nostalgia,

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de F a J