HOMEM SEM CORAÇÃO

Encontrei-a no passado,
Estava triste, sofrendo desilusão,
Estava pelo o seu amor abandonada,
Um amor sem coração...

Era bem visível a sua emoção,
Demonstrava inconformismo,

Diante de tanto egoísmo,
Do homem sem coração.

Sei que não sou um sedutor,
Achei-a linda, desejei enamorá-la,
Ela não consentiu o meu amor,
Foi-me negado o direito amar.

Mas, continuo sendo seu amigo,
Nunca pedi-lhe qualquer explicação,
Porque, raciocinando cá, comigo,
Concluí que são coisas do coração!

Talvez ela continue na expectativa,
Sob o domínio cego da paixão,
Esperando, ainda, ser querida,
Pelo homem sem coração.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de F a J