LEMBRANÇAS

Lembro-me de ti,
Como lembro
De outros sonhos...
Lembro-me de ti,
Como lembro
De outras fantasias...
Foram quimeras
Perdidas
Como nuvens
Que se dissipam...
Ficou apenas
a lembrança impregnada
No meu coração,
já sem saudades...

(Tarcisio Costa)


Inicial
Meus
poemas de L a O