LUAR O MEU SERTÃO


O luar do sertão é diferente...
lá, as pessoas reunem-se do terreiro,
para relembrar coisas boas do passado.
em todas as faces você vê um sorriso.
Por isso, ao lembrar-me do sertão,
sinto saudades de lá...

O luar é muito ciumento,
ele sempre esconde as estrelas
e a lua se torna rainha do firmamento...
É nesse panorama de encanto e de emoção,
que os enamorados fazem juras de amor,
sob brisa do sertão.

Nasci lá... No meu interior...
Esse um ambiente de total simplicidade,
fez de mim um poeta, depositário do amor.
Essa afirmação é uma verdade, sem fantasia,
hoje, com o coração cheio de saudade,
desabafo na poesia.

Sei que se hoje, voltasse para lá,
não teria mais aquele encanto, aquela beleza,
embora tivesse, ainda, lá o mesmo luar...
eu seria dominado pela tristeza,
meus pais, Deus os levou,
Não estariam mais lá. .

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de L a O