MENTECAPTO DA DESILUSÃO

O nosso amor foi tão passageiro,
durou tão pouco, não sei nem se foi amor,
um sonho, uma loucura ou uma ilusão!
Sangra meu coração,
estou sem calma, sofre minha alma a ador da desilusão!
Sinto saudade, o destino fme pregou essa maldade.
É difícil viver assim, eu sem você e você mim...
Sinto-me à contra-mão so sonho de te ter
de viver contigo, meu amor,..
Será que perdi o direito sagrado de amar?
O amor não morreu no meu coração,
mas o preconceito é uma realidade,
Forte defeito, triste verdade,
Vou enfiar minha cara no chão
Ou viver tal um mentacapto
Da desilusão....
Por quê?


(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de L a O