MEU SEGRÊDO

Minha alma entra em transe,
Caminho pelas sendas da incerteza,
Não posso... Não quero revelar o meu subconsciente
Lá, estão incrustados os meus segredos... As minhas dúvidas.
A minha vida está oculta no vácuo, entre o vento e a calmaria...
É uma realidade que ainda vai eclodir como uma vaga...
Não sou um ator que segue um "script" de fantasia,
Embora, tenha comigo uma perene intenção
De, logo, dirimir as minhas dúvidas...

Tudo vai chegar ao inesperado...
Quero romper a cortina que me separa
Da fonte das minhas incertezas... E vislumbrar
O desejo de ressuscitar todas as minhas alegrias...
Ter de volta para re-habitar as entranhas do meu interior
Aquela que eu amo... Ela vive irmanada com a saudade...
Ela é o meu amor... Ela é o meu segredo.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Meus
Poemas de L a O