MINHA NAMORADA

Ah! minha namorada,
faz tanto tempo...
Teus beijos aqueciam minh'alma,
teus lábios acendiam no meu coração
loucuras do amor... Da paixão...
Meu coração batia forte,
teu olhar me hipnotizava...
O tempo escondeu o passado,
mas não destruiu os teus carinhos,
nem os mistérios dos teus beijos,
a química sagrada do amor...

Neste momento estou alucinado...
Sinto-me embriagado de amor...

Minha namorada,
Por que somem os sonhos
Entre as brumas do passado?
Minha namorada volta, vem me beijar!
Sei lá! Talvez seja a solução,
Sofre o meu coração...
Escrevo sem raciocinar esta poesia...
Não vou relê-la para não destruí-la...
Sou um solitário, cheio de amor...

(Tarcisio Costa)


Inicial
Meus
Poemas de L a O