MUNDO MÁGICO CIGANO

Naveguei pelo mundo da magia,
As nuvens levaram-me a um oásis oriental
Onde habitam as ciganas saídas dos bandos
Elas dançam a liberdade ao som
de bandolins...

Uma fogueira arde o fogo do amor,
Elas jogam as saias esvoaçantes,
Ouve-se sons de castanholas...

O colo provocante
Da cigana Rosa dos Ventos
Deixou este pobre sonhador,
Nun estado de êxtase de amor...

Elas se transformaram em flores,
Eu me transformei num jadineiro,
Na esperança da volta das ciganas
Para acalmarem meu coração

Meu Deus! por quê?
Despertei, era um sonho!
Vivo pensativo, uma certa frustração
Deixou triste o meu coração...

Os sonhos podem nos trazer lenimentos,
Levam-nos ao mundo da magia e ilusão,
Queria voltar a sonhar para ver a Rosa dos Ventos
A minha cigana, a minha paixão!

(Tarcisio Costa)

Inicial
Meus
Poemas de L a O