NÃO NEGO

Não nego
Eu te amo, meu amor.
Penso tanto em ti...
Sem ti, é uma cruel solidão...
Mesmo na multidão os seres
são invísíveis...
Só alivia essa dor,
Quando pego uma flor
e acaricio suas pétalas,
pensando em ti...
Vejo-te entre as estrelas
dos meus sonhos.
Estás onde está
o meu pensamento.
Quero-te amor,
cá comigo,
no meu coração.
A saudade é cruel...
Um dia,
quando te encontrar,
Pedirei a ti,
para me amar!
Se não quiseres
o meu amor,
Não me diz
um não,
deixa-me,
por favor,
Na incerteza...

Tarcísio Ribeiro Costa

Inicial
Poemas de L a O