Não sei se é saudade ou é paixão... Tarcísio Ribeiro Costa Meus olhos marejam, é imensa a minha emoção, sou frágil, quando falo de amor... Vou te revelar, sinto profunda dor, não sei se é dor ou se é saudade... Não sei se é saudade ou é paixão... Viu que confusão! São coisas de quem perdeu um amor... Tudo chama de dor: dor da saudade, dor da ausência, dor de consciência... E, assim, vivo desorientado, já não diviso as cores das flores do meu jardim... Tenho para mim que estou lelé da cuca, ao pensar no teu amor! Ou é uma ilusão... Não sei, não, vou ficar aqui a pensar em ti, contigo no meu coração.


(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de L a O