NEM SEMPRE...

Nem sempre o dia recebe o brilho do sol,
nem sempre a noite é amornada pelo luar,
nem sempre céu é cintilado de estrelas,
nem sempre é visível o horizonte no mar,
nem sempre os momentos são de alegria,
nem sempre nos libertamos da nostalgia.
nem sempre temos capacidade de amar.

Nem sempre controlamos as nossas emoções,
nem sempre são ouvidas as nossas orações,
nem sempre nos comportamos de forma natural,
nem sempre cumprimos com as nossas intenções,
nem sempre sabemos o que na vida é o essencial,
nem sempre avaliamos o efeito das nossas ações,
nem sempre queremos discernir o bem e o mal...

Vivemos num mundo que despreza o humanismo,
Vivemos num mundo de tecnologia em profusão,
Vivemos num mundo repleto de egoísmo,
Vivemos num mundo sem coração.

Todos esses desencontros que causam tanto amargor
que mexem com a nossa mente, têm uma explicação...
nascem e se desenvolve na mesma proporção
da distância que nos afastamos do Criador!
(Tarcisio Costa)


Inicial
Meus
Poemas de L a O