No nosso tempo... Tarcísio R. Costa Vi-te no meu sonho com aquela feição dos nossos dias; Estavas: com aquele mesmo olhar a sorrir para mim; com aqueles lábios a excitarem os meus desejos e alimentarem a minha paixão; com aquele andar manhoso; com aquelas mãos de uma delicadeza ímpar que ao me tocarem, deixavam-me num céu; com aqueles cabelos que esvoaçavam como sirgos ao vento; com aquele abraço fascinante, gostoso; com aquele beijo que me deixava em hipnose; com aquele choro que doía no meu coração; com aquele sorriso que alegrava minh'alma; com aquela voz e aquele lhar que faziam-me pensar: Meu Deus! De onde veio tanta beleza! A soma de tudo isso fez dela o meu grande amor! Mas tudo ficou nos tentáculos do passado que, insaciável, fica com tudo. Mas, ainda bem, que as lembranças boas são prenizadas nas nossas saudades. Atualmente, sinto-me como se carregasse sua foto no meu coração...


(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de L a O