O TEMPO PASSA

Vejo o tempo passar,
Com ele seguem as minhas alegrias,
Os meus sonhos e as minhas ilusões...
Comigo ficam as nuvens da saudade,
Um mundo cheio de nostalgia.

Tudo vira passado,
Lá fica a beleza dos meus amores...
Invade-me uma cortina de solidão,
Entristece-se o meu coração,
O meu jardim perde as cores,
As nuvens voam com lentidão,
Parece o fim de uma missão
Que não foi cumprida.
Tudo é saudade...
Tudo é emoção... Quero acordar dessa letargia,
Libertar-me dessa depressão,
Quero reviver a alegria
De sonhar... de ter ilusão.

Embora confesse tanta dor,
Tem na minha alma, ainda a confiança,
De ver ressuscitada em mim a esperança,
De ainda voltar a ser um sonhador.

Toda essa aparente frustração
É causada pela imensa saudade,
A tua ausência é, na realidade,
Que maltrata o meu coração.

Esse poema é uma forma de expressar,
As minhas dores, os meus anseios,
Que procura todos os meios,
De voltar a sonhar.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Meus
Poemas 2