PARA VOCE AMIGA


Surgiste, amiga, de surpresa,
Trazendo o brilho de uma estrela cadente,
Iluminando de fantasias o ambiente
Com a tua beleza...

Tua alegria tem cores iridescentes,
Que nos enche com toques de amor...
A todos trouxeste o teu calor
E amor aos carentes!

Eu sou a ilusão, eu sou as contradições
Das coisas que explodem do amor.
Sou um poeta triste que recebe o teu calor
Nos momentos das minhas desilusões!

É impossível resistir aos encantos
Da tua alma incandescente...
És amorosa, és doce, és bela e inteligente,
És a lágrima que alivia os prantos!

Pensando comigo, aqui sozinho,
Escrevi-te estes versos bem singelos...
Tenho certeza, que não são tão belos,
Mas foram feitos com carinho.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T