PASSOU A PRIMAVERA...

Quanta saudade...
Levaste com a primavera os meus sonhos...
Eu te proponho:
devolve as flores
que enfeitavam o meu jardim de ilusões.

Quanta saudade...
Inundaste o meu coração de carência...
Por quê essa ausência, se me juravas tanto amor?
Estou perdendo a paciência...
Volta, vem minorar a minha dor!

Quanta saudade...
Já passou a primavera, agora é inverno...
Vivo momentos de nostalgia.
Entende a verdade, estou cheio de saudade...
Vem me trazer a alegria!

Quanta saudade...
O momento está propício para o amor...
Vamos unir os nossos corações,
vamos sentir o nosso calor,
sem viver de ilusões...

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T