PENSAMENTOS E DÚVIDAS


Fico a pensar
e vejo um mundo imenso, conturbado,
imerso no incerto... no confuso...
Fala-se tanto em futuro... em tempo!
Esses conceitos tão elementares
Agora, geram dúvidas...

O que seria futuro? O que seria o tempo?
O futuro sei que não existe... é, apenas,
conjetura... O imprevisível.
Se vier a existir, será hoje, que supomos que existe.
O passado não é nada... apenas marcas
que chamamos de memória...
O tempo já é uma mera ilusão?
Esse conceito tem ou não tem sentido?
Reflita...

Mais um ano se passa, deixando suas marcas,
uma miscelânea de contradições
que viram história
que, amanhã, com certeza será contestada...

Os últimos momentos do ano são comemorados com festas,
afluem manifestação diversas,
desde a o sincretismo religioso até o da vibração da alegria,
colorida de esperança.
Não será que essas comemorações,
na verdade existe pela capacidade que tivemos de romper
tantos obstáculos?
Mais uma dúvida...

Felizmente, ainda alimentamos a esperança,
o grande alimento da nossa alma.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T