POEMA DA SAUDADE

Este é um poema de saudade...
Reflete o que, agora, sente o meu coração.
Faz tempo que estou longe do meu amor...
O meu coração já não resiste
Meus olhos lacrimejam
Orvalhos de amor.

Vou ao meu jardim...
Olho para as minhas plantas,
Vejo uma velha roseira, hoje, já sem flor,
Dela eu retirava rosas para lhe ofertar,
Ao recebê-las, eu via no seu olhar
O brilho da felicidade do amor

A distância que nos separa,
Não é uma distância que se possa alcançar,
Ela é medida por cada segundo, é a distância do tempo,
E o tempo ainda não apagou as minhas lembranças...
Só sentirei a plenitude da felicidade,
Quando voltares para mim.

Volta, vem matar as minhas saudades,
Faz tempo que o meu olhar não te alcança...
Convivem comigo, unidas, a saudade e a esperança.
Tudo faço para não ser tragado pela desilusão,
Porque seria insuportável para o meu coração,
Encarar a crueza dessa verdade.

Tenho-te nos meus sonhos,
Lembro-me sempre de ti na minha oração,
Espero que um dia o santo da minha devoção,
Ouça a prece deste pobre poeta sonhador,
E veja, finalmente, aliviada a minha dor,
Com o fim das minhas saudades
Pela presença do teu amor.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T