PORQUE A SEPARAÇÃO?

Vem amor,
Vamos analisar a nossa vida,
Avaliar o que não dá certo no nosso amor,
Se me a amas e eu te amo, por que a separação?
Lembremo-nos... Cada um de nós tem um coração
Que sofre... Ele guarda os segredos
Dos nossos momentos de amor.

Não adianta essa nossa teimosia
Isso é uma incoerência,
Até uma autoflagelação...
Adotemos, então,
O bom senso e a inteligência,
Esqueçamos o que não convém,
E para o nosso próprio bem,
Voltemo-nos à convivência
Do nosso amor...

Nada mais sem sentido
Do que se verem rompidos os amores...
É como se cuidássemos de um lindo jardim
E deixássemos morrer a flores.

Falaste-me que sentes saudades,
Eu nem sei o que dizer, não sei viver,
Sem o teu amor...
Por isso, nos privarmos da nossa convivência,
Sem as delícias do nosso amor,
É uma incoerência!

Tarcísio Ribeiro Costa

Inicial
Poemas de P a T