PRINCÍPIO DO FIM

Quando tudo sai da rotina,
Uma mixórdia de conflitos
Invade às mentes confusas,
E o amor se torna paixão
Com atitudes de possessão,
Geradas de ciumes doentios
E o amor deixa de ser amor
Passa a ser sofrimento, dor!

Vão-se os sonhos e fantasias
E surgem as vis cobranças,
Entre injustas acusações,
Maléficas, ruins, doentias.
Vai-se o amor e o respeito
Chegam as decepções
De um amor desfeito,
O princiío do fim...


(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T