QUANDO A PAIXÃO SE TORNA AMOR


Como é triste quando
as nuvens bronzeadas escondem o sol,
como é teimoso o luar ao esconder as estrelas,
como é impetuoso o domínio da paixão
que esconde da alma, a razão...

Cria-se um momento intenso,
quase sempre tenso,
com um aparente excesso de amor.

Como é impetuosa a paixão,

com relação ao amor...
É como mistificar o viço das flores,
é um agir sem controle, pela emoção,
é o ofuscar da verdade,

e omitir razão...

A paixão pode ser, também, o amor na plenitude,
mas, às vezes, tem a força de um alude,
ou é efêmero como as nuvens

passageiras...

Infelizmente, quase sempre, é rude. Mas,
Mas, quando no coração

esse sentimento transforma-se em amor,
tudo se torna diferente, no fulgor
da paixão.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T